sábado, 22 de novembro de 2014

Resenha de Sombra de um Anjo

Pelo amor vale a pena perder o céu?

   Sombra de um anjo é um livro delicado mas repleto de aventura, romance, controvérsias e humor. Conheçam Samantha ou melhor Sammy ou Sam como desejarem uma jovem em sua rotina de faculdade pós ensino médio, que expressa na Biologia seu amor pela vida sobre tudo a Botânica.
   Sam teve uma vida conturbada órfã e sem amigos nunca entendeu o porquê de ter visões ou sempre ver sombras que a deixam mal, além de tudo carrega consigo a culpa de ser uma bruxa amaldiçoada por todos que se aproximarem dela morrerem. Mas tudo muda no novo semestre da faculdade onde ganha a irreverente amiga de quarto Helena (que diga-se de passagem é uma das minhas personagens preferidas do livro). Logo as duas se tornam muito companheiras até que Sam tem a visão da morte de Helena.
   Disposta a não perder sua amiga por nada em silencio tenta protege-la sempre. Até que Gabriel chega em sua faculdade e completa o trio. Sam e Helena gostam muito de Gabriel e o sentimento logo se torna recíproco.  Porem a visão de Sam se cumpri e ela começa embarcar na maior aventura de sua vida e entender sua importância ao carregar com sigo a localização de uma arma sagrada que pode decidi uma guerra celestial e uma profecia que dará sentido a tudo e a seus dons. Sam embarcar numa aventura com Gabriel e começa a entender sua origem e verdadeira história, além de conhecer novos personagens como a querida Emanuelle e até meus Deus.
   
     Em sua Fuga e batalha contra a ascensão de Lucian um anjo caído que criou o inferno, Sam e seu anjo da Guarda Gabriel se apaixonam. Este amor proibido de imortais e mortais sera correto?

   
   Prepare-se para fazer grandes amigos, rir e se comover muito nesse misto de sentimentos que Sombra de um anjo pode proporcionar. 

Se uma crítica pode ser feita nada tira da minha cabeça que o título poderia ser "Tulipa Negra" o que me instigaria bastante como leitor curioso que sou.  Uma grande Obra feita pela jovem Ana Beatriz Brandão que já com 14anos conseguiu criar algo tão sublime, bem pesquisado em seus enredos e que não nós deixa largar a leitura ate terminar sua ultima pagina. 

Por Rafael Soares crítico e um dos Administradores do Morgana das Fadas.